Hoje em dia um simples anti-vírus não é suficiente para proteger o nosso computador, existem muitos tipos de software malicioso, sendo necessário por vezes de instalar ferramentas extras para monitorizar o nosso sistema, sendo que nos casos extremos, necessitamos de uma ferramenta específica para remover aquele software malicioso, que não desaparece da forma convencional.

malware-interesses-pessoaisVamos discutir sobre Software Malicioso, também conhecido como Malware, vamos ver a sua definição e dicas para o combater.

Na sua definição mais genérica, Malware são todos os programas de computador cuja única intenção é fazer mal, daí o nome [mal+ware]. Então todo e qualquer programa que tenha por objectivo infectar um computador e realizar tarefas puramente maliciosas pode ser considerado Malware. Vírus, Trojans, Worms, Keyloggers, Spyware, AdWare, RootKit, etc. Podem ser ainda ser incluídos nesta categoria, software’s genuínos que por terem erros, ou defeitos na sua programação ou implementação, se comportem como software’s maliciosos, provocando mazelas no nosso sistema, seja ele, um computador, um servidor, uma rede informática ou ate um smartphone.

Na escolha do seu  anti-vírus deverá ter em atenção, os extras, que hoje em dia são já indispensáveis, mas que no caso dos anti-virus gratuitos, poderão não estar incluídos, tal como a protecção em tempo real para SpyWare, MalWare e AdWare.

Existem alguns tipos de MalWare, que não são detectáveis pelos programas de anti-vírus, por serem software genuíno, ou pelo menos assim o aparentarem, e então para os remover, vamos necessitar de uma ferramenta específica de remoção software malicioso. É preciso ter em conta que algumas destas ferramentas, que são mais poderosas, também são mais complexas de utilizar, por isso mesmo vamos deixar aqui algumas sugestões simples de utilizar e eficazes.

De lembrar que todas estas ferramentas são ou deverão ser freeware, nada daquelas que depois de nos indicarem o bicharoco que nos está a fazer mal, nos pedem o número do cartão de crédito. Outro aspecto muito importante é a origem das ferramentas que vamos utilizar. Deve utilizar sites de download devidamente reconhecidos e certificados.

 

softpedia-interesses-pessoais

www.softpedia.com

 

cnet-interesses-pessoais

http://download.cnet.com

malwarebytes-anti-malware-interesses-pessoais

Malwarebytes – Anti-Malware

dr-web-cureit-anti-malware-interesses-pessoais

Dr. Web – Cure It – Anti-Malware

Espero que estas dicas sejam úteis, e se tiverem alguma dúvida ou sugestão, ou queiram simplesmente comentar a vossa experiência, podem e devem fazê-lo.

Adriano Cruz

Adriano Cruz é um profissional de Informática interessado em Internet, Fotografia e blogging. Nos tempos livres escreve nos InteressesPessoais.com sobre Fotografia, Software utilitário e Gadgets…

More Posts - Website

  • 4
  •  
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •