Durante a gravidez praticar exercícios físicos traz inúmeros benefícios para a gestante, como mais energia, melhora da postura, controle do peso, prevenção e também alívio das dores.

As gestantes são reféns de mudanças na mente e principalmente no corpo e uma forma de manter o equilíbrio durante a gestação é por meio do pilates. Estar grávida é passar por uma experiência mágica e única e nada como tornar esse momento mais prazeroso.

Adquirir alguns hábitos saudáveis fazem muita diferença para conseguir passar por tantas alterações hormonais, que mexem muito com as emoções, além do físico. Praticar exercícios físicos, fazer um plano de saúde para gestantes e manter uma alimentação saudável contribui para um bom andamento dessas 40 semanas e uma das modalidades de exercícios mais procurados pelas mamães é o pilates.

 

A vantagem do pilates na gravidez

O pilates é um exercício de baixo impacto e não provoca sobrecargas nas articulações das grávidas. Sem contar que esse é um exercício físico que oferece alguns benefícios como fortalecimento muscular, flexibilidade, relaxamento, consciência corporal e ajuda as gestantes a conseguirem uma respiração adequada.

Com tudo o que o pilates tem a oferecer para as grávidas, elas conseguirão desenvolver uma boa gestação, prevenindo assim desconfortos e dores, dando um auxílio no momento do parto.

Benefícios do pilates para grávidas

Benefícios do pilates para grávidas

Os benefícios podem variar desde o controle de peso até uma melhora da postura, cuidados com alterações estruturais e fisiológicas, o que são essenciais na gestação. Podemos dizer que a alma desse método é a centralização, ou seja, os músculos do “core” e o assoalho pélvico são recrutados sempre, o que garante o fortalecimento.

Isso para uma grávida faz muita diferença, pois são os músculos que vão dar mais sustento e melhorar a coluna, pois o centro da gravidade se altera muito com o aumento da lordose lombar, o que acaba minimizando as dores lombares muito comuns na gestação.

Outro benefício que podemos citar é o fato de que o pilates vai evitar incontinência urinária por meio do fortalecimento do períneo, o que ajuda muito no trabalho de parto e também na recuperação pós-parto.

Além de fortalecer essa musculatura central do corpo da gestante, o pilates ainda garante que seus membros superiores fiquem mais fortes, facilitando para a futura mamãe nos momentos de cuidar de seu bebê, ou seja, nas atividades rotineiras como dar banho, trocar, carregar e amamentar.

 

Como o pilates age no corpo da gestante

O pilates ativa o sistema circulatório e contribui também para aliviar as dores e os inchaços em seus membros inferiores. Sem contar que ele fortalece essa musculatura para que consiga aguentar o ganho de peso e ajude a aliviar a sobrecarga que a coluna receberá.

Com os exercícios de pilates durante a gestação, a mamãe realizará os cuidados com o bebê de forma mais fácil, pois ele proporciona força e equilíbrio muscular. Com isso concluímos o quanto o pilates traz diversos benefícios para as gestantes, porém é muito importante fazer um acompanhamento adequado por meio de um profissional que possua conhecimento em relação a todas essas alterações no corpo da mulher nesse período tão gostoso que é a gravidez.

A prática de pilates é mais uma opção para manter o equilíbrio físico e o emocional na gestação, mas lembre-se de que antes de iniciar o pilates, a gestante deve conversar com seu médico para que ele avalie se ela pode ou não praticar esse exercício.

Por Andreia Silveira, colaboradora do blog http://www.planodesaude.net/