Depois da introdução anterior às classes, estamos prontos para começar a escrever a nossa própria classe.

Irá conter informação genérica de um utilizador, por exemplo um utilizador do nosso site.

A definição de uma classe em PHP é muito semelhante à declaração de uma função, mas em vez de usarmos a palavra chave function usamos class.

Vamos ver então como se declara uma classe e de que forma a podemoa utilizar:

 

Mais simples não podia ser, e como devem imaginar, neste ponto a nossa classe não faz absolutamente nada. Mesmo assim podemos criar na mesma uma instância da classe, o que fazemos com a palavra chave new:

 

Mas como a nossa classe ainda não faz nada, o objecto $utilizador é inútil. Vamos alterar esta situação adicionando algumas variáveis e métodos de classe:

 

Agora já temos alguns conceitos novos. Primeiro declarámos duas variáveis de classe, um nome e uma idade. A variável nome é precedida pelo modificador de acesso “public“, que basicamente significa que a variável pode ser acedida de fora da classe. Iremos ver mais informações acerca dos modificadores de acesso mais à frente.

De seguida definimos a função Descreve(). Como podem ver, parece igual à declaração de uma função normal, mas tem algumas excepções. Esta declaração de função é precedida pela palavra chave public, para especificar o modificador de acesso. Dentro da função usamos a variável “$this” para aceder às variáveis da própria classe. A variável $this é uma variável especial em PHP, e que está disponível dentro das funções das classes e refere-se sempre ao objecto da classe onde está a ser usado.

Agora vamos tentar usar a nossa classe. O seguinte código deve ser colocado depois da declaração da classe, fora da classe portanto:

 

A primeira coisa que devem notar é a utilização do operador ->. Usámo-lo também no método Descreve(), e simplesmente indica que queremos aceder a algo do objecto usado antes do operador. $utilizador->nome é o mesmo que dizer “Dá-me a variável nome do objecto $utilizador”. Depois disto, é tal como atribuir um valor a uma variável normal, que fazemos duas vezes, para o nome e a idade do objecto utilizador. Na última linha, invocamos o método Descreve() no objecto utilizador, que nos vai retornar uma string de informação, que escrevemos no browser. O resultado será algo deste género:

O Manuel Paulo tem 35 anos

E desta forma já definimos e usámos a nossa primeira classe, mas há muito mais nas classes para além do que aqui vimos. Nos próximos artivos vamos ver todas as possibilidades das classes em PHP.

Artigo anterior do tutorial PHP:

Introdução às Classes em PHP

Artigo seguinte do tutorial PHP:

Construtores e destrutores – Classes em PHP

Tiago Ramalho

Tiago Ramalho é um profissional de Informática interessado em Internet, Programação .NET e PHP e blogging. Nos tempos livres escreve nos interessespessoais.com sobre Jardim, Saúde, Sistemas, utilitários e outros temas relacionados com informática.

More Posts - Website - Twitter - Pinterest - Google Plus