Regra geral, as misturas de sementes são pobres em cálcio e sais minerais. Assim torna-se necessário dar às aves osso de choco visto ser muito rico em cálcio e, por isso, os periquitos devem ter acesso a esta fonte de cálcio durante todo o ano, com principal importância durante a reprodução.

No início eu dava ás minhas aves umas pedras brancas que se encontram com muito facilidade em qualquer casa de animais e que, pensava eu, era o mesmo que o osso de choco que tanto ouvia falar. Para mim (ignorantemente) o osso de 

osso-de-choco

choco não passa de uma normal pedra com uma forma diferente até que, um dia em conversa com um criador da minha zona, ele me explicou que o osso de choco era realmente o osso de um choco, aqueles moluscos que eu, pessoalmente, tanto gosto de comer grelhados! O criador explicou-me então como o osso do choco era uma excelente fonte de cálcio.

Resolvi então fazer uma experiência. Coloquei à disposição de 3 casais de periquitos as comuns pedras que sempre tinha utilizado até então e ao lado das pedras um osso de choco. Enquanto não se acabou o osso de choco, as pedras permaneceram praticamente intactas. A conclusão não foi difícil de tirar desta experiência. Tendo em atenção que, ao contrário de nós, as aves sabem bem o que é melhor para elas, concluí que o osso de choco é bastante melhor para os periquitos como fonte de cálcio que as famosas pedras que tanto se vêm pelas casas de animais.

Alberto Nunes

Alberto Nunes é um profissional de Informática interessado em pesca ao achigã, horta/jardim, Internet e blogging. Criou os interessespessoais.com como um projecto para os tempos livres, para divulgar algumas ideias e "matar" o vício de blogging.

More Posts - Website

Follow Me:
PinterestGoogle Plus