A rega automática gota-a-gota é um tema que tenho abordado com alguma regularidade aqui no blog, principalmente quando chega a Primavera, e aqui por caso tenho que acrescentar o sistema de rega automático, de forma a estendê-lo a mais “aquele” espaço que entretanto foi adicionado ao jardim já existente.

Ao longo do tempo têm surgido algumas dúvidas que espero esclarecer com este pequeno artigo.

Num dos artigos mais populares artigos – Rega automatica gota a gota – guia passo a passo, surgiram dúvidas quanto ao tubo micro-perfurado. Com este tubo não existe “parte de cima” ou “parte de baixo”. Simplesmente estica-se o tubo e não existe qualquer tipo de preocupação. Será a opção mais fácil de montar, mas certamente também será a mais cara.

 

Gotejador de tubo micro-perfurado ao pormenor

Gotejador de tubo micro-perfurado ao pormenor

 

Gotejador de tubo micro-perfurado - cada um tem 3 furos

Gotejador de tubo micro-perfurado - cada um tem 3 furos

 

Ainda nesse artigo, alguns leitores colocaram a hipótese de no caso de optarem pelo tubo normal, que teriam que perfurar, se não se poderia deixar o tubo apenas com os furos efectuados por nós, não colocando os gotejadores. Quanto a utilizar apenas um tubo com buracos, não me parece que funcione, pois não existe forma de controlar o caudal da água que sai, logo, nos primeiros furos a água provavelmente sairá em esguicho, enquanto que nos últimos

Gotejadores reguláveis - indicação dos litros de água por hora que podem deitar

Gotejadores reguláveis - indicação dos litros de água por hora que podem deitar

apenas pingará. Os gotejadores garantem que em todos sai uma quantidade uniforme de água, e vêm inclusivamente com a indicação dos litros de água que correm por hora, o que é excelente para podermos poupar água e mesmo assim garantir uma boa rega. Além disso, e no caso de utilizarem gotejadores reguláveis como os que utilizei nesse artigo, poderão ainda regular o caudal individual de cada um dos gotejadores, podendo assim colocar uns deitar mais água que outros, por exemplo para caso de plantas que requeiram mais água, ou simplesmente se o terreno for inclinado e a água não ficar distribuída de forma uniforme – ao abrirmos ou fecharmos mais uns que outros, poderemos regular a quantidade de água libertada em cada um.

 

Para concluir, foi-me também questionado como fazia para tapar o cano (ou a fita de rega) na ponta.

No caso do cano de 16mm, micro-perfurado ou normal, a ponta é fechada ou com a aplicação de um tampão, ou dobrando o cano sobre si mesmo e aplicando-lhe uma abraçadeira, ou atando-o com qualquer coisa.

No caso da fita de rega, corto um pedaço de fita com cerca de 5 cm, dobro cerca de 10cm a ponta da fita e enfio-a dentro do pedaço de 5cm.

 

Finalização do tubo com uma abraçadeira rápida de plástico

Finalização do tubo com uma abraçadeira rápida de plástico

 

Tampão tubo 16mm - este tampão veio no rolo de tubo micro-perfurado

Tampão tubo 16mm - este tampão veio no rolo de tubo micro-perfurado

 

Finalização do tubo com tampão

Finalização do tubo com tampão

Espero que este artigo vos tenha ajudado com as vossas dúvidas de implementação do vosso sistema de rega automática gota-a-gota.

Não deixem de consultar os artigos de implementação de um sistema de rega gota-a-gota com fita de rega e rega automática gota-a-gota – guia passo a passo.

Qualquer dúvida ou sugestão deixem no final da página.

Alberto Nunes

Alberto Nunes é um profissional de Informática interessado em pesca ao achigã, horta/jardim, Internet e blogging. Criou os interessespessoais.com como um projecto para os tempos livres, para divulgar algumas ideias e "matar" o vício de blogging.

More Posts - Website - Pinterest - Google Plus